Liesa determina 'desvirada de mesa', e Imperatriz permanece rebaixada

Escola havia sido mantida no Grupo Especial, em uma virada de mesa que garantia à agremiação o direito de desfilar no Grupo Especial. Após votação em assembleia nesta quarta-feira (10) escola se mantém na Série A. Membros da Liga pediram, e Jorge Castanheira voltou à presidência da instituição. 


A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) "desvirou a mesa" do carnaval carioca e vai mesmo rebaixar a Imperatriz Leopoldinense. O descenso da Verde e Branca de Ramos para a Série A foi ratificado em reunião nesta quarta-feira (10).

Na apuração do desfile deste ano, a Imperatriz terminou em 13º lugar, à frente apenas do Império Serrano. O regulamento previa o rebaixamento das duas.

No início do mês passado, representantes de oito agremiações executaram uma manobra para manter a Imperatriz no Grupo Especial. Cinco se opuseram, mas foram vencidas na plenária - a Imperatriz se absteve.

Depois de protestos e de uma manifestação do Ministério Público do Rio de Janeiro, foi convocada uma assembleia-geral na Liesa para resolver o impasse. Participaram 42 membros, entre agremiações e pessoas que fundaram ou são beneméritas da Liga.

O resultado foi 28 votos a favor de respeitar o resultado do carnaval 2019. Assim, a Imperatriz e o Império Serrano caíram para a Série A. Outros 13 membros da assembleia quiseram manter a "virada de mesa". Houve uma abstenção.

Rixa com o MP
Se fosse mantida, esta seria a terceira manobra consecutiva para evitar o rebaixamento de escolas do Grupo Especial. Para impedir essa prática, no ano passado a Liesa assinou um termo de ajustamento de conduta com o MPRJ.

Caso fosse descumprido, a multa para a Liga seria de R$ 750 mil. Houve dois adiamentos do prazo, e a quantia nem chegou a ser paga.

Por ter assinado o acordo e discordar pessoalmente da "virada de mesa", o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, chegou a pedir demissão do cargo na reunião de junho.

Após o resultado da reunião desta quarta, Castanheira voltou atrás, a pedido de membros da assembleia.

Na próxima semana, deve haver o sorteio da ordem dos desfiles das 13 escolas do carnaval 2020. Duas serão rebaixadas, para que em 2021 o Grupo Especial tenha 12 agremiações.

Outras viradas de mesa
Até 2016, o Grupo Especial reunia 12 escolas. A última colocada era rebaixada para a Série A e dava lugar à campeã daquele grupo.

Em 2017, porém, acidentes em alegorias da Tuiuti e da Unidos da Tijuca deixaram uma mulher morta - a radialista Liza Carioca - e pelo menos 30 feridos. A Liga decidiu, então, que nenhuma escola seria rebaixada, mas manteve o acesso da Série A para a elite.

Em 2018, duas das 13 escolas deveriam cair - mas novamente a mesa virou. A Grande Rio veio com uma alegoria a menos e perdeu pontos, ficando na 'zona de rebaixamento', mas foi salva pelas coirmãs. A desculpa dada foi a dificuldade para financiar o desfile diante do corte de subvenção municipal.


Imperatriz perde liminar
A Justiça já tinha negado o pedido de liminar da Imperatriz para o afastamento do presidente da Liga. Na decisão, a juíza Priscila Fernandes Botelho da Ponte, da 3ª Vara Cível da capital, entendeu que não havia, até o momento, ilegalidade a ser apreciada pelo Poder Judiciário, e que as questões levantadas devem ser resolvidas internamente pela Liesa, tendo como base o seu estatuto

"Por todo o exposto, judicializar a posse do vice-presidente, conforme o pretendido pela autora, com o consequente afastamento imediato do cargo do presidente, usurpa as competências institucionais da assembleia, uma vez que a resolução das questões postas na presente ação podem e devem ser resolvidas internamente, diante da existência de previsão expressa para solução da controvérsia no Estatuto da Liesa, não tendo sido demonstrada, até o momento, impedimento para a adoção dos trâmites previstos no estatuto da Liga", escreveu a juíza na decisão.

Fonte da informação: Internet
Imagem: reprodução da internet

 #
Quer ficar por dentro de todas as novidades do carnaval 2020, Notícias, Artigos, Informações de Utilidade Pública?



Quer comprar seu ingresso e garantir sua presença no Sambódromo no carnaval 2020?



Compartilhar:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa fã page

Acesse nossa loja virtual e garanta já o seu ingresso!

Feed de notícias

Assine nosso feed:

Postagens Recentes